Ligue: 11 4152-7373 | 11 96646-6445 ( Whatsapp ) Entrar

Curiosidade: Como começou a história do seguro?

set 04, 2017 (0) comentários , , , , ,

A luta por melhores condições de vida envolve, entre outros aspectos, a constituição de um patrimônio e de uma renda familiar, os quais são acumulados em anos de trabalho e que podem ser perdidos, de uma hora para outra, devido à exposição de riscos imprevisíveis e inevitáveis.

A necessidade de proteção contra o perigo, a incerteza quanto ao futuro e a possibilidade de perdas dos bens e da receita da família e do indivíduo acompanham o homem em sua evolução.

Algumas curiosidades dos primórdios do seguro:

  • Cerca de 2.500 anos antes de Cristo, os cameleiros de Babilônia, preocupados com as constantes perdas nas caravanas, instituíram uma forma mútua de amparar o companheiro prejudicado, mediante um acordo, através do qual as perdas ocorridas durante a expedição seriam rateadas entre todos.
  • Os navegadores fenícios e hebreus também rateavam os prejuízos ocorridos durante suas viagens, principalmente nos mares Egeu e Mediterrâneo.
  • No século XII depois de Cristo surgiu uma modalidade de seguro chamado de Contrato de Dinheiro a Risco Marítimo, onde um financiador emprestava ao navegador o dinheiro no valor da embarcação. Se a embarcação se perdesse, o navegador não devolvia o dinheiro emprestado, mas se a embarcação chegasse intacta ao seu destino, o dinheiro emprestado era devolvido ao financiador, acrescido de juros.
  • No mesmo século, o Papa Gregório IX proibiu a realização de Contratos de Dinheiro a Risco Marítimo e, em consequência, surgiu uma forma similar de seguro denominada Feliz destino, no qual um banqueiro comprava a embarcação, com a previsão de recompra pelo vendedor. Se a embarcação chegasse sem sofrer nenhum sinistro, a Cláusula de Recompra era acionada e o banqueiro revendia a embarcação ao proprietário original por um valor maior. Se a embarcação e/ou carga se perdesse, o dinheiro adiantado pelo banqueiro corresponderia à indenização pelo sinistro.
  • Em 1347 surgir em Gênova – Itália o primeiro contrato de Seguro Marítimo, com a emissão da apólice de seguro.
  • A primeira apólice de vida de que se tem conhecimento foi emitida no século XVI na cidade de Londres, onde também foi criada a primeira sociedade de Seguro de Vida (The Society of Insurance for Windows and Orphans). O seguro de vida tem seus fundamentos técnicos baseados nos princípios estatísticos e na ciência atuarial. As tábuas de mortalidade e as fórmulas atuariais que subsidiam a taxação dos prêmios são hoje indispensáveis às formação das notas técnicas dos planos de seguros.
  • No Brasil, o seguro surgiu em 1.808 em consequência da vinda da família real e da abertura dos portos às nações amigas, sendo a primeira seguradora brasileira a Companhia de Seguros Boa-fé, regulada e dirigida pela Casa de Seguros de Lisboa, com a finalidade de operar no Seguro Marítimo.

Essas e muitas outras informações interessantes fazem parte da história do seguro em todo o mundo, que hoje se tornou indispensável para toda família. Se você ainda não fez o seguro de seu carro, casa, vida ou outro bem importante, entre em contato conosco!

Formada em Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo, Mariana tem experiência em Seguros e escreve para o blog da Figa Seguros onde traz novidades, tendências e informações sobre o assunto.

Todos posts do autor

Comment (0)

Leave a Comments