Ligue: 11 4152-7373 | 11 96646-6445 ( Whatsapp ) Entrar

Casos mirabolantes para fraudes no seguro

nov 14, 2017 (0) comentários ,

O seguro é contratado. E é aí que começam as incríveis histórias para receber a indenização descrita na apólice, principalmente se for seguro de vida. Mas o seguro de carro também está no topo desta lista. São diversas formas de fraude que faz com que as seguradoras tenham prejuízo e, consequentemente, acabam refletindo isso nos custos do seguro.

Para entender a criatividade de alguns segurados, vejamos algumas histórias publicadas no Portal Exame relacionadas às fraudes no seguro:

Segurado em estado terminal que se suicida para família receber indenização

“Nós já vimos muitos casos em que a pessoa doente, sabendo que está em estado terminal, acaba se sacrificando para que a família, que está passando por dificuldades financeiras, receba a indenização”

Homicídios arquitetados por parentes

Também não são raros os casos de homicídios de segurados que são articulados por seus próprios parentes. Há um caso em que a esposa planejou a morte do marido para receber sua indenização, já que ela era sua beneficiária no seguro. “É muito comum que gerentes de banco tenham seguros de vida. Houve um caso de uma mulher, que era esposa de um gerente e tinha um amante policial. Eles assassinaram o marido dela para ficar com o seguro.”

Outro caso trágico ocorrido em uma clínica de idosos. Os funcionários da clínica faziam seguros de vida para os idosos, cadastrando-se como seus beneficiários. Depois, eles diziam aos idosos que eles tinham que comer menos e faziam uma lavagem cerebral tão forte que os idosos paravam de comer e morriam de inanição.

Automutilação que vira acidente de trabalho

Por incrível que pareça, profissionais do ramo de seguros relatam que a automutilação é uma prática muito usada para fraudar as seguradoras. Uma quadrilha de Santa Catarina atuava junto a lavradores. Ela fazia um seguro de acidentes pessoais para eles e decepava seus dedos ou mãos para alegar que era um acidente de trabalho e receber a indenização.

Capotamento intencional

Existe uma curva na rodovia Régis Bittencourt que tem sido usada para capotar carros. O segurado paga o chamado ‘capotador’ para passar por essa curva e capotar o carro para que ele acione a seguradora fingindo ter sofrido um acidente, e receba a indenização. A fraude é tão recorrente que esses homens só fazem isso da vida, eles são conhecidos como ‘capotadores profissionais’.

* Com informações do Portal Exame

Formada em Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo, Mariana tem experiência em Seguros e escreve para o blog da Figa Seguros onde traz novidades, tendências e informações sobre o assunto.

Todos posts do autor

Comment (0)

Leave a Comments